Turismo de Base Comunitária
no Cabula e Entorno

O embrião do projeto TBC Cabula formou-se em 2006, com as práticas de ensino participativas e dialógicas nas turmas das disciplinas Planejamento e Organização de Eventos e Marketing Aplicado ao Turismo e à Hotelaria do Curso de Turismo, e da disciplina Administração de Empreendimentos Turísticos, do Curso de Administração da UNEB. Nestas, foram realizadas ações de ensino, pesquisa e extensão que incitaram a identificação de problemas nos contextos vividos pelos estudantes, quando passaram a ficar atentos às comunidades do entorno da universidade,

Com base nisso, fez-se: a] levantamento dos projetos de extensão na Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) e nos Núcleos de Pesquisa e Extensão (NUPEs) dos Departamentos do Campus I, e dos de pesquisa na Pró-Reitoria de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação (PPG), que tinham como campo empírico os bairros do entorno da UNEB; b] participação em eventos internos e externos; c] conversas informais com funcionários e técnicos; d] busca de teses, dissertações e monografias no Centro de Documentação e Informação (CDI) Luiz Henrique Dias Tavares; dentre outras fontes.

Os resultados desse levantamento, revelaram ações que já vinham sendo realizadas pela UNEB, como o Projeto Cidadão; e o de produção de alimentos com semente de abóbora. O primeiro, consistia em oferecer cursos de grafitti, por exemplo, e desenvolver atividades relacionadas à cidadania e educação ambiental. E o segundo projeto, tinha como objetivo o aproveitamento de sementes de frutas, verduras e legumes, no caso as de abóbora para produção de alimentos, tendo o pão como carro-chefe, pela Cooperativa Múltiplas Fontes da Engomadeira (COOFE) assessorada pela Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares/Núcleo de Cooperação e Ações em Políticas Públicas e Economia Solidária (ITCP/COAPPES).

Em ambos, dialogou-se com os seus coordenadores e contou-se com a participação destes na elaboração coletiva e colaborativa do projeto sobre turismo de base comunitária. Acrescenta-se, os encontros com representantes de instituições públicas, privadas e de organizações da sociedade civil do Cabula, visando parcerias, a exemplo do Centro Social Urbano de Narandiba (CSU-Narandiba); o bloco de carnaval Mundo Negro, do Beiru; e outros.

Somando-se a esses, tratou-se sobre o referido projeto em âmbitos dos Programas de Mestrado em Políticas Públicas, Gestão do Conhecimento e Desenvolvimento Regional (PGDR), e de Pós-Graduação em Educação e Contemporaneidade (PPGEduC) da UNEB, com professores destes e estudantes da disciplina Gestão da Informação para a Cidadania e Desenvolvimento Local (GICD), que também deram suas contribuições.

A partir dessa articulação, ocorrida entre 2008 e 2010, formou-se uma equipe para a elaboração do “Projeto Turismo de Base Comunitária na Região do Cabula e Entorno: processo de Incubação de Operadora de Receptivos Populares Especializada em Roteiros Turísticos Alternativos, Responsáveis, Sustentáveis e Solidários (RTUARSS)”, mais conhecido por TBC Cabula, aprovado pelo edital 021/2010 da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) (SILVA, 2010).

A proposta apresentada tinha como objetivo mobilizar as comunidades do Cabula e entorno para o turismo de base comunitária por meio de incubação de operadora de receptivos populares especializada em RTUARSS, considerando-se o potencial cultural da localidade; a ampliação e diversificação de roteiros turísticos em Salvador.Com a aprovação desse, formou-se grupos de trabalho organizados por eixos temáticos para o desenvolvimento da pesquisa e das atividades de extensão nos bairros do Arenoso, Beiru/Tancredo Neves, Cabula, Doron, Engomadeira, Estrada das Barreiras, Arraial do Retiro, Fazenda Grande do Retiro, São Gonçalo do Retiro, Mata Escura, Narandiba, Pernambués, Resgate, Saboeiro, Saramandaia, Sussuarana, Sussuarana Velha, Novo Horizonte. Vale considerar que a escolha definitiva destes, deu-se a partir da referência que os moradores tinham sobre a localidade, reconhecida por eles como área do antigo Quilombo Cabula.