Turismo de Base Comunitária
no Cabula e Entorno

O projeto "Meu nome é Beiru" é um minidocumentário que fala sobre o bairro de Salvador que tem o nome de um africano GBeiru e que ocupou aquelas terras tornando-se símbolo de resistência e identidade negras. A partir do depoimento de moradores, ativistas e artistas. O Beiru surge como síntese de um território negro atravessado por diversas histórias em que luta, resistência e liberdade encontram diferentes expressões e formas de fazer-se a cidade. Trata-se, portanto, de falar das possibilidades de um bairro negro que se recria e reinventa mas mantém firme as raízes de sua história e ancestralidade apesar das tentativas de apagar suas origens. Em 1985, a Prefeitura de Salvador modificou o nome do bairro de Beiru para Tancredo Neves, porém houve resistência dos moradores e até hoje aquele território e conhecido pelo nome africano que lhe é de origem. "Meu nome é Beiru" fala de uma cidade que resiste e não tem medo de dizer seu nome.

O minidocumentário é de autoria de Emerson Carvalho Bulcão com parceria do Círculo Palmarino e que será lançado e disponibilizado no dia 10/03 nas redes sociais @emersonbulcao @circulopalmarinoba e no canal de streaming do youtube - Circulo Palmarino Bahia.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura (Prêmio Cultura na Palma da Mão/PABB) via Lei Aldir Blanc, redirecionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal. 

O documentário pode ser assistido no Link Abaixo

https://www.youtube.com/watch?v=8Qpt5saSYY0&feature=youtu.be